fbpx

X



Câmara arquiva ‘denúncia’ contra CRTR/SP e Conter

Decisão foi divulgada nesta quinta-feira, 31/1. Acusações se referiam aos recebimentos de diretores por representação desta autarquia

                                              Decisão sobre o arquivamento de denúncia contra o CRTR/SP e Conter

A decisão de arquivar uma denúncia, feita sobre supostas irregularidades a respeito dos gastos desta autarquia com auxílios representação destinados aos diretores substitutos, foi efetivada e publicada dez meses depois de apresentada à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. 

Com o auxílio do Tribunal de Contas da União, todos os argumentos apresentados em abril de 2018 pelo denunciante, Sinclair Lopes – diretor afastado do CRTR/SP e ex-presidente do Sintaresp, em acato à decisão da Justiça – , e após apreciação da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, da Comissão de Fiscalização Financeira e do Controle e Coordenação de Comissões Permanentes, foi decido pelo arquivamento da denúncia.

Ainda que as sete páginas redigidas pelo acusador tenham tentado provar supostas irregularidades cometidas pelas diretorias do Conselho Regional de Técnicos e Tecnólogos de São Paulo, e também pelo Corpo de Diretores do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia, nada foi encontrado, uma vez que a própria União já havia aprovado as contas do CRTR5. “O que acontece é que qualquer esfera da Justiça, seja Ministério Público, Tribunal de Contas, e demais, não podem recusar uma denúncia. Mas isso não quer dizer que haja procedência nas acusações. E essa decisão demonstra exatamente isso, ao contrário do que muitos querem fazer parecer”, avalia o diretor secretário do CRTR/SP.