b Bactérias aquáticas combatem câncer de próstata em estágio inicial – CRTR5 SP

X


X

IMPORTANTE
Do dia 03/06 até 18/06, a Delegacia Regional de Ribeirão Preto terá o horário de funcionamento das 13 horas às 16h30.


Bactérias aquáticas combatem câncer de próstata em estágio inicial

Terapia criada em Israel usa droga fotossensibilizante ativada por laser para atacar tumores em estágio inicial

Uma nova técnica para o tratamento de tumores de próstata em estágio inicial, utiliza  droga fotossensibilizante e fonte de luz para atacar especificamente os tumores prostáticos, sem danificar os tecidos saudáveis e o trato urinário do paciente. O método, que poderá ser utilizado como alternativa aos procedimentos convencionais, promete não ser 

Segundo o site Universo Racionalista, um dos criadores do tratamento, Avigdor Scherz, professor do Instituto Weizmann de Ciências, veio ao Brasil para participar como palestrante da São Paulo School of Advanced Science on Modern Topics in Biophotonics e, na ocasião, apresentou a técnica. “Combinamos princípios e ideias da natureza com a fotônica para desenvolver um novo tratamento contra o câncer de próstata, que destrói de forma restrita o tecido cancerígeno sem prejudicar o saudável”, disse Scherz durante sua palestra.

Chamado terapia fotodinâmica vascular dirigida (VTP, na sigla em inglês), o tratamento consiste na infusão intravenosa por dez minutos de uma droga à base de um pigmento sensível à luz. A droga sintetizada a partir desta substância é ativada pela exposição ao laser infravermelho durante 22 minutos, por meio de fibras ópticas inseridas diretamente no tumor com a ajuda de ultrassonografia.

A ativação da droga no tecido doente gera moléculas altamente reativas, que fecham os vasos sanguíneos responsáveis por alimentar os tumores. Com isso, eles são destruídos entre 16 e 24 horas após o procedimento.