fbpx

X



Bloqueador hormonal aumenta sobrevida de pacientes com câncer de próstata, aponta estudo

Os medicamentos apresentam resultado em tumores metastáticos sensíveis a tratamento de bloqueio de testosterona

Um estudo apresentado no Encontro Anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica 2019 (ASCO), mostrou que dois bloqueadores hormonais, chamados enzalutamida e apalutamida, podem aumentar a expectativa de vida de pacientes com câncer de próstata. 

Segundo informações do site Folha Vitória, os medicamentos já estão disponíveis no Brasil para testes.  O bloqueador enzalutamida, por exemplo, tem demonstrado ser eficiente no tratamento de pessoas com câncer de próstata em estágio avançado, com tumores metastáticos e sensíveis à terapia de bloqueio de testosterona. 

Já o medicamento apalutamida, associado ao bloqueio de testosterona para pacientes com câncer de próstata metastático, além de aumentar a expectativa de vida, promete retardar a progressão da doença.

“No geral, houve uma redução de 33% no risco de morte em homens que receberam esta medicação em comparação aos que tomaram outro antiandrógeno não esteróide. É um dado animador, que lança luz sobre uma nova e efetiva opção de tratamento para homens com este tipo de câncer”, explicou Paulo Lages, oncologista do Grupo Oncoclínicas, ao portal.

Leia a matéria completa.