Regularize seus débitos
Chame no   (11) 98644-0440

Clique aqui e regularize seus débitos



(11) 98644-0440

WhatsApp



Fiscalização do CRTR-SP segue com atendimento remoto neste período de pandemia da Covid-19

 

Em concordância às orientações do Ministério da Saúde e do Decreto 64.865, desde o dia 23 de março, o CRTR-SP realiza atendimento de forma on-line remota para todos os profissionais das técnicas radiológicas em todo o estado de São Paulo.

Seguindo todas as normas de segurança e prevenção, o setor de fiscalização do CRTR-SP vem realizando seu trabalho de forma adaptada neste período de pandemia. “Todos imaginam uma fiscalização in loco, mas em tempos de pandemia, isso se torna bem difícil, pois o mais importante nesse momento é a saúde de todos”, disse a fiscal Ana Paula Oliveira França.

Como o número de diligências foi reduzido para preservação da saúde de todos os envolvidos, o trabalho vem sendo realizado diretamente de casa. “Estamos nos esforçando e com todo o trabalho feito em 2019 (todos os processos e visitas foram digitalizados), estamos “fiscalizando de casa”, consultando os profissionais, notificando caso necessário e alimentando um banco de dados, onde será possível localizar com facilidade o local de trabalho dos nossos colegas técnicos, tecnólogos e auxiliares”, declarou a fiscal.

Caso haja alguma irregularidade sobre o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs), a supervisão da instituição consultada é comunicada, para que, em seguida, todas as medidas necessárias sejam tomadas pela diretoria em conjunto com o setor jurídico.

“Com essas ligações, percebo que os profissionais ficam agradecidos ao CRTR-SP pela preocupação, se tornando assim um trabalho efetivo. Se houver denúncias de exercício ilegal, faremos o deslocamento para apuração presencial. Diante dessa situação toda, vejo que temos que nos solidarizar e contribuir no que for possível com todos os profissionais”, resumiu Ana Paula.

“Com essas medidas de atendimento à distância, o CRTR-SP busca a melhor aproximação junto aos profissionais da área, respeitando todas as orientações e recomendações das autoridades e medidas de segurança para a sociedade em geral. Para uma diligência segura disponibilizamos aos agentes fiscais um kit de proteção (é composto por luvas e touca descartáveis, máscaras N95, óculos e face shield (visor em policarbonato), álcool em gel e dois aventais). Além disso, buscamos alternativas e soluções para a proteção e condições de trabalho seguras a todos os técnicos, tecnólogos e auxiliares nos postos de trabalho”, disse Júlio César dos Santos, presidente do CRTR-SP.

 

“Foi uma surpresa muito agradável receber o contato da fiscal”.  TR. Sheila Helena, de São Roque/SP

De acordo com a TR. Sheila Helena V. Santos Cavalcante, de 44 anos, moradora de São Roque, no interior paulista, o trabalho desenvolvido pelo setor de Fiscalização neste período tem sido muito positivo. “Foi uma surpresa muito agradável receber o contato da fiscal (Ana Paula) neste momento. Isso mostra toda a preocupação com os profissionais da radiologia, especialmente num momento tão delicado como este. É importante para nós sabermos que existem pessoas e profissionais que olham e zelam pelo nosso trabalho”, disse Sheila, que há 20 anos atua na área, e atualmente trabalha na Clínica Cavalcanti de Radiologia, em Cotia, na Grande São Paulo.

 

Para a TR. Marcia Martins de Oliveira, de 35 anos de idade, sendo 14 dedicados à radiologia, o novo formato de atendimento do CRTR-SP neste período, em especial da Fiscalização, surpreendeu positivamente. “A forma como o Conselho se preocupa com o profissional é diferenciada. Um simples telefonema de forma prestativa e com a devida preocupação pela segurança dos técnicos no local de trabalho possibilita que você desenvolva o seu melhor na função”, disse Marcia, especialista em Mamografia e Densitometria na cidade de Osasco, onde também reside, na Grande São Paulo.

 

Com 20 anos de atuação na área, o TNR Rogerio Militão, supervisor Satr no Hospital Albert Sabin, em São Paulo, também falou sobre este novo modelo de trabalho da área de fiscalização do CRTR-SP. “Acho importante ter mais um canal de informações. Temos o site do Conselho, onde através de uma consulta rápida temos várias informações. Esse contato telefônico será mais eficiente e rápido na disseminação das atualizações pertinentes a nossa área por ser direto ao supervisor Satr, o qual deve ter a preocupação em divulgar para toda a equipe, mantendo todos atualizados”, disse Militão. Ele reforçou ainda sobre a importância da relação com os profissionais, mesmo à distância. “O momento é difícil, confuso, e isso acaba gerando muita preocupação em manter a equipe segura e tranquila. Porém, com todo o trabalho da equipe multidisciplinar, foram realizados treinamentos (lavagem das mãos, uso dos EPIs e orientações a todo momento) com intuito de preparar os colaboradores e evitar a contaminação. Hoje, com as dificuldades do dia a dia, melhoramos os protocolos e fluxos, com o objetivo de melhor atender aos nossos colaboradores e pacientes. Ficou mais tranquila a nossa rotina”, resumiu Rogerio Militão.