Regularize seus débitos
Chame no   (11) 98644-0440

Clique aqui e regularize seus débitos



(11) 98644-0440

WhatsApp



Radiologia Industrial: veja o que é necessário para atuar nesta área

Compartilhe

O conhecimento em Radiologia Industrial abre portas para atuação dos profissionais das técnicas radiológicas em diversos segmentos além da saúde.

Radiologia industrial
Técnico utiliza aparelho de gamagrafia industrial

Quando falamos na produção em massa, logo pensamos em processos de manufatura padronizados, automatizados e rigidamente controlados afim de garantir que determinado produto seja fabricado em perfeitas condições.

Portanto, suas estruturas devem ser construídas atendendo aos requisitos de qualidade, economia e eficiência do projeto concebido. E certamente, durante a finalização do processo, o produto físico será submetido a testes, que deve ocorrer sem perdas da integridade da peça ou material a ser analisado.

É aí que entra a função da Radiologia Industrial, que utiliza a radiação ionizante de origem nuclear (gamagrafia) ou eletrônicas (RX), para realizar a impressão de filmes radiográficos em produtos testados, o que assegura a qualidade interna das produções industriais.

Tais testes podem ser feitos em qualquer processo de produção, o que permite que os profissionais das técnicas radiológicas possam atuar nos diversos segmentos da Radiologia Industrial, assegurando a integridade de espaços, peças, materiais e processos de fabricação.

Leia mais: Fortalecimento do setor Industrial é tema de reunião no CONTER

Regulamentação

Através da Resolução Conter n.º 11/2016 (que normatiza as atribuições e competências dos técnicos e dos tecnólogos em Radiologia no setor Industrial) e Resolução Conter n.º 21/2016 (que regulamenta a inscrição profissional dos operadores de Radiografia Industrial no Sistema Conter/CRTRs), o profissional das técnicas radiológicas pode atuar nas seguintes especialidades:

  • Radiografia Industrial
  • Irradiação de Alimentos e Produtos;
  • Radioinspeção de Segurança;
  • Perfilagem de Poços;
  • Medidores Nucleares.
Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho na Radiologia Industrial é bastante amplo e exige que além da qualificação e especialização na área, o profissional, tenha a compreensão de que atuar na indústria é muito diferente da área médica.  Por isso, é fundamental ter disposição física e psicológica para o trabalho, que em geral, ocorre em diferenciados pontos de difíceis acessos, como: torres, espaços confinados, caldeiras, entre outros;  além, da locomoção de equipes até os clientes, gerando horas extras e trabalhos em campo longe de casa.

Ao profissional, que possui tais características e deseja fugir do campo da saúde, é possível buscar uma oportunidade em indústrias alimentícias e farmacêuticas, escritórios de engenharia, companhias aeronáuticas, portos e aeroportos, por exemplo.

Radiologia Industrial e suas especialidades
  • Radiografia Industrial: Método bastante utilizado para o controle de qualidade, a partir do uso de fontes radioativas de Ir-192, Se-75 e Co-60 ou equipamentos emissores de raios X. Assim, é possível detectar descontinuidades em materiais metálicos que possam impactar na integridade física dos equipamentos fabricados em indústrias automotivas, navais, siderúrgicas, de aviação e materiais bélicos, como explosivos. Também possui ampla aplicação nas indústrias e plataformas de petróleo;
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Irradiação Industrial: neste setor, a irradiação industrial é usada a partir de aceleradores de elétrons de alta energia ou fontes radioativas de alta atividade, como o Cobalto 60.  Este processo de irradiação é aplicado para esterilização de produtos farmacêuticos, médicos e cirúrgicos; desinfestação de bens culturais; tratamento de águas e esgoto; reticulação de polímeros; polimerização de compósitos. No setor alimentício, irradiação tem objetivo de eliminar ou reduzir microrganismos, parasitas e pragas, sem causar qualquer prejuízo ao alimento, tornando-os mais seguros ao consumidor e, consequentemente, reduzindo as perdas naturais causadas por processos fisiológicos (brotamento, maturação e envelhecimento), ou seja, aumentando o tempo para consumo;
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Técnicas Analíticas: Os Raios X  permitem analisar qualitativamente e quantitativamente uma amostra de minério e outros compostos, de maneira não destrutiva. Esta técnica se chama Fluorescência de Raios X;
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Medição Nuclear: A partir do uso de dispositivos que usam fontes radioativas associadas a um detector, que permite verificar não somente a presença de determinado material, como também, se o nível está dentro dos níveis pré-estabelecidos, seja por atenuação ou espalhamento da radiação. Existem vários tipos de medidores com aplicações em diversas áreas, dentre elas: setor alimentício, bebidas, cimenteiras, concreto, embalagens, fertilizantes, metalúrgico, mineração, papel e celulose, petrolífero e petroquímico e siderúrgica.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Segurança: No setor de segurança, os Raios X são amplamente utilizados em Aeroportos, Presídios, Fronteiras, Bancos, Embaixadas e Órgãos Públicos, visando a segurança das pessoas e a inspeção de bagagens e volumes transportados e pode ser dividido em:
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

    1. Inspeção de Cargas e Contêineres: Neste caso, a  inspeção é realizada através do uso de aceleradores lineares de alta energia a fim de evitar que substâncias e objetos ilícitos circulem pelo território nacional. Geralmente, são aplicados em estradas, divisas, fronteiras, portos. Atuando no combate à evasão fiscal, que são meios ilícitos para evitar o pagamento de taxas, impostos e contribuições. Nos últimos anos, esse tipo de inspeção tem recebido grande investimento, principalmente pelo seu auxílio na área de segurança pública nacional;⠀⠀⠀
      ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    2. Inspeção Corporal: Que faz usos dos conhecidos Bodyscan – equipamentos utilizados para a detecção de objetos metálicos e não metálicos escondidos no corpo de uma pessoa através dos raios X .  Tais como, armas, drogas, explosivos, pedras preciosas etc. No Brasil, os equipamentos de inspeção corporal são utilizados em aeroportos para detectar contrabando internacional e, principalmente, em unidades prisionais para detectar objetos ilícitos que possam vir a adentrar a unidade;
      ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Perfilagem de Poços de Petróleo: No setor petrolífero, as técnicas nucleares são utilizadas na perfilagem de poços de petróleo, que consiste na medida e registro contínuo de determinados parâmetros ao longo das paredes de um poço. Para isto, utiliza-se uma sonda de medição que é introduzida progressivamente na perfuração. A interpretação de gráficos resultantes ajuda a determinar a localização, quantidade e produtividade de óleo e gás do poço. Nestas sondas utilizam-se fontes radioativas de Césio-137, Cobalto-60 e Amerício-Berílio-241.
O Curso

O profissional que deseja atuar em Radiologia Industrial, exercendo as funções de Operador de Radiografia Industrial I ou II, deve ter a formação de base em técnico ou tecnólogo em Radiologia;  buscar uma instituição de ensino reconhecida para se capacitar, e que lhe garanta aprendizado nos seguintes campos do conhecimento:

  • tópicos avançados sobre o manuseio de diferentes tipos de equipamentos emissores de radiação ionizante, utilizados no setor industrial;
  • proteção radiológica, plano de emergência e acidentes;
  • introdução ao programa ALARA (princípio de equilíbrio entre qualidade da imagem com menor dose possível) ;
  • ensaios não-destrutivos (ENDs) — termo usado ​​para descrever uma ampla gama de testes, que produzem informações sobre a condição de uma amostra, sem causar nenhum dano a ela;
  • procedimentos técnicos em radiografia industrial;
  • diferentes tipos de fontes radioativas;
  • tipos de materiais de construção civil, eletromecânica e processos de fabricação (soldagens, fundição e forjaria)

 

Com informações de Via Carreira: Radiologia Industrial – tudo sobre essa especialidade